AcheiUSA: 20 anos ao lado da comunidade


Semanário completa vinte anos de circulação ininterrupta e consolida liderança entre os veículos de comunicação em português nos Estados Unidos

Poucos meses depois da virada do milênio, em 28 de outubro de 2000, o AcheiUSA circulou pela primeira vez no sul da Flórida, como um periódico essencialmente de classificados. As primeiras edições do jornal foram um trabalho solitário do seu fundador e idealizador, Jorge Moreira Nunes, que precisou atuar como redator, contato publicitário, diagramador e distribuidor, para que o impresso chegasse às mãos dos brasileiros. E lá se vão 20 anos.

Não é exagero afirmar, portanto, que a evolução do AcheiUSA se confunde com o próprio desenvolvimento da nossa comunidade nos Estados Unidos, em particular nos condados de Broward, Palm Beach e Miami-Dade. Se naquela época os brasileiros ganhavam representatividade na área de Pompano Beach e Deerfield Beach, o jornal começava a trilhar o caminho ascendente pautado pela credibilidade e qualidade, características mantidas nessas duas décadas de informação e prestação de serviços.

É claro que o DNA de Jorge Nunes foi fundamental nesta trajetória: além de filho e neto de jornalistas, ele é sobrinho de Álvaro Raymundo de Sousa, um dos fundadores do primeiro jornal em português a circular nos Estados Unidos, o “Brazil News”. O pioneiro Al Sousa, aliás, serviu de inspiração para a criação do AcheiUSA e atuou como conselheiro honorário do jornal até falecer, em 2016 – e é uma pena que ele não esteja aqui para comemorar este 20º aniversário.

Até porque há muitos motivos para celebrar. A empresa, que hoje agrega uma web rádio e canais no YouTube e no Roku TV, é a única entre as mídias comunitárias brasileiras nos EUA com o Selo Azul de Verificação no Facebook e Instagram. Líder em número de seguidores nas mídias sociais, o AcheiUSA possui mais de 60 mil usuários cadastrados e é o maior portal em português fora de Brasil e Portugal. Os mais de um milhão de anúncios classificados (gratuitos, em sua maioria), publicados nas páginas do jornal e no site, ajudaram a impulsionar negócios e resolver problemas.

Os números, porém, não significariam muito, se atreladas a eles não estivessem pessoas e instituições parceiras de longa data, que mantêm com o AcheiUSA uma relação de sinergia e apoio mútuo. Apenas para citar alguns exemplos: o Festival de Cinema Brasileiro de Miami (Inffinito), há 17 anos; a Fundação Vamos Falar Português (VFP), há 16 anos; o Festival Brasileiro de Pompano Beach, há 10 anos; e a Câmara de Comércio Brasil-EUA da Flórida (BACCF), há 16 anos, instituição da qual é Trustee Member, ao lado de grandes empresas do eixo Brasil-Estados Unidos. Não há maior indicativo de sucesso do que uma lista como esta.

Outro grande diferencial do AcheiUSA está nas suas páginas. O conteúdo editorial do jornal tem sido fundamental para manter informados os brasileiros que muitas vezes não têm acesso a informações vindas de fontes seguras, especialmente em época de proliferação das chamadas “fake news”. Tratamos com a mesma seriedade as notícias sobre a covid-19 ou as eleições no Brasil e nos EUA e aquelas falando sobre uma nova lei de imigração ou dando conta de um recapeamento do asfalto na Sample Road, que está atrapalhando o trânsito no horário de rush. A grande virtude de um jornal comunitário está na proximidade com seu público, e é aí que mantemos o foco. O nosso leitor sabe que, no AcheiUSA, com rigor na apuração, ética, isenção e responsabilidade, a pandemia da desinformação não tem vez.

E por falar em reportagens nesses 20 anos, algumas delas merecem destaque. A passagem do furacão Wilma, por exemplo, foi emblemática, já que nossa equipe enfrentou todos os tipos de adversidades para entrevistar brasileiros atingidos pela tragédia. O resultado foi uma edição repleta de depoimentos e fotos emocionantes. Mesmo com a falta de energia na região por duas semanas, a edição impressa saiu na data prevista, graças à mudança da redação para a casa de um dos funcionários. O mesmo aconteceu agora, recentemente, nos vários meses de lockdown pelo coronavírus, quando o AcheiUSA não deixou de circular uma semana sequer, na maior prova de respeito aos anunciantes e leitores.

Da mesma forma, o jornal mostrou a sua força ao ser a única mídia brasileira comunitária credenciada para a cerimônia de início do primeiro mandato do presidente Barack Obama, em frente ao Capitólio. Após um amplo escrutínio feito pelo governo norte-americano, o AcheiUSA teve acesso não apenas ao palanque onde estavam os jornalistas dos principais veículos de imprensa do mundo, mas também a uma das festas oficiais da posse. Na oportunidade, foi possível entrevistar alguns dos futuros membros do primeiro escalão daquela administração.

A cobertura dos atentados terroristas às torres gêmeas e outros alvos nos EUA também merece ser mencionada – e por diversas razões. O jornal, que ainda era tratado como um balcão de anúncios, mandou para as ruas uma edição mais do que especial, com matérias e análises que ajudaram os brasileiros a entender e assimilar as consequências daquele ataque, muito além das quase três mil mortes. Naquele momento, ficava para trás o periódico essencialmente de classificados e entrava em cena um produto comprometido com um jornalismo responsável e fundamental.

Mas o 11 de setembro de 2001 também trouxe uma outra mudança ao AcheiUSA. Naquele dia começava na área de marketing da redação a jovem Esterliz Mayer, recém-chegada do Brasil. Ao longo dos anos, ela implementou o profissionalismo e a disciplina que uma empresa precisa para prosperar. A certa altura, Esterliz incorporou o sobrenome Nunes à sua assinatura e o resto é história. A verdade é que a parceria profissional do casal é uma das razões do sucesso do jornal.

Mas o aniversário de 20 anos não serve apenas para revisitar o passado. Ao contrário, o AcheiUSA quer aproveitar a data para mirar o futuro e os desafios que os novos tempos trazem. Sabemos da nossa responsabilidade como veículo de utilidade pública e não vamos fugir dela. O jornalismo comunitário é uma das grandes tendências em meio a esta redistribuição de informações entre os mais diversos meios de comunicação. E estamos no caminho certo, criando novas opções para leitores e anunciantes, estabelecendo novas parcerias e apostando na tecnologia digital.

Vida longa ao AcheiUSA. 

Depoimentos

Parabéns ao AcheiUSA, que completa 20 anos em outubro e se consolida, a cada dia, como um dos mais importantes veículos de comunicação em língua portuguesa, fundamental para a formação de opinião na comunidade brasileira nos Estados Unidos. O Consulado-Geral do Brasil em Miami se orgulha da parceria com o AcheiUSA e espera continuar aprofundando esse trabalho conjunto em favor dos brasileiros na Flórida a cada ano.”

— João Mendes – Cônsul-Geral do Brasil em Miami


“Parabéns AcheiUSA! Jornal essencial e importante para comunidade brasileira no sul da Flórida. Celebrando 20 anos, com uma trajetória linda de apoio as artes e cultura. Obrigada pela parceria e vida longa!”

— Viviane Spinelli – Diretora do Inffinito Brazilian Film Festival


“Persistência, paciência e consistência. Parabéns por 20 anos de jornalismo sério e de verdade. E, em 2021, parabéns também por 10 anos de parceria e lealdade, fazendo história com o  Annual Brazilian Festival.”

— Luciano Sameli – Fundador do Annual Brazilian Festival in Pompano Beach


“Uma honra pra mim participar desses 20 anos do jornal AcheiUSA. Jornalismo sério, competente, atualizado e principalmente refletindo a verdade dos fatos. O AcheiUSA abomina todo tipo de fake news. Esse jornal tem informado, unido e encorajado a comunidade brasileira na Flórida e no mundo. Parabéns a toda equipe.”

Pastor Silair Almeida – Líder da Primeira Igreja Batista Brasileira do Sul da Flórida


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário