Brasil pode ter 100 mil mortes por covid-19 em abril, prevê universidade dos EUA


Pior mês até agora, foi março, com 66,8 mil mortes (foto: SECOM-AM)
Março foi o pior mês até agora com 66,8 mil mortes (foto: SECOM-AM)

Uma projeção do Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME), ligado a  Universidade de Washington, estima que o Brasil  pode alcançar a marca de 562,8 mil mortes em decorrência da covid-19 até 1º de julho.

Segundo o IHME, abril pode ser o mês mais mortal da pandemia, com quase 100 mil óbitos, sendo que o pico de fatalidades deve ocorrer no dia 24, quando calcula-se que mais de 4 mil pessoas perderão a vida em 24 horas. O   pior mês até agora, foi março, com 66,8 mil mortes.

De acordo com o instituto que integra o departamento de medicina da universidade, na melhor das hipóteses, o Brasil encerra abril com 418,9 mil mortes e  na pior com 422 mil. A diferença ocorre, sobretudo, a médio prazo, podendo o país poupar 88 mil vidas caso 95% da população use a máscara corretamente e cumpra a quarentena.

A campanha de imunização contra a covid-19 no Brasil, segundo levantamento do consórcio dos veículos de imprensa do país, já vacinou cerca de 19,2 milhões de pessoas com pelo menos a primeira dose, o equivalente a apenas 9% da população brasileira.

O estudo na íntegra pode ser acessado aqui


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário