Deputada federal de Connecticut sofre ataques racistas durante reunião virtual


A deputada federal Jahana Hayes (R), foi vítima de insultos racista durante reunião virtual. Ela é a primeira deputada negra pelo estado de Connecticut (Foto: Arquivo pessoal)
A deputada federal Jahana Hayes (R), foi vítima de insultos racista durante reunião virtual. Ela é a primeira deputada negra pelo estado de Connecticut (Foto: Arquivo pessoal)

A deputada federal pelo estado de Connecticut Jahana Hayes (R), foi vítima de uma série de insultos racistas durante uma reunião virtual realizada pelo Zoom. Hayes, que é a primeira deputada negra a ser eleita no estado, fazia uma série de reuniões virtuais como parte de sua candidatura à reeleição.

Em um texto publicado na plataforma Medium, Hayes conta que ela estava conduzindo sua quarta reunião quando ela ouviu alguém dizer “Cale a boca preta”. A equipe de Hayes rapidamente tirou o áudio da pessoa e o removeu da reunião. Logo em seguida outro participante começou a tocar uma música em repetição que fazia a mesma ofensa racista.

De acordo com a deputada, duas outras pessoas continuaram o assédio for seis minutos. Uma destas pessoas postou no chat “Vá colher seu algodão”, uma referência ao trabalho que os escravos eram forçados a fazerem nas plantações de algodão do sul dos EUA na época da escravidão.

Depois que a reunião foi encerrada, a deputada disse que teve somente nove minutos antes que outra reunião começasse, esforçando-se para acalmar após os ataques racistas que havia sofrido.

“As pessoas esperam que as mulheres negras sigam, que ignorem comportamentos como este, que não falem sobre isso abertamente porque é desconfortável, divisivo ou, porque não o sentimento da maioria das pessoas”, escreveu ela.

“Eu tenho visto outras mulheres resistirem a esta tempestade e se defenderem desses ataques e fico me perguntando se em seus momentos calmos se elas sentiram o que estou sentindo agora. Nós estamos ficando anestesiados com comportamentos como estes. Muitos dizem para ignorar, que você é melhor que isso ou para não deixar isso te perturbar”.

O oponente de Hayes na disputa pela vaga, David Sullivan, escreveu no Tweeter sobre o incidente que “é terrível que um fanático covarde insultaria diretamente a deputada Hayes, interferisse e perturbasse uma campanha legítima e sujasse a reputação de pessoas boas de Connecticut”.


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário