DeSantis descarta fechar escolas e espera suspender restrições a viagens para o Brasil


DeSantis participou de uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (30) em Kissimmee, na Flórida Central (foto: flickr)
DeSantis participou de uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (30) em Kissimmee, na Flórida Central (foto: flickr)

O governador Ron DeSantis participou de uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (30), em Kissimmee (FL) e descartou um novo fechamento das escolas devido ao aumento nos casos de covid-19 em todo o estado.

“O ensino virtual simplesmente não é a mesma coisa que o presencial” defendeu o governador.

Ele disse que as escolas serão obrigadas a notificar os pais se seus filhos matriculados não estiverem usando a função de aprendizado online. Essas crianças, segundo ele, deverão começar a frequentar a escola pessoalmente, a menos que os pais desistam.

Ele disse que as vacinas da Pfizer e Moderna que estão em vias de serem liberadas nos EUA devem começar ser distribuídas na Flórida ainda este mês, e que ele espera pelo menos 1,5 milhão de imunizações este ano.

“Se conseguirmos passar as próximas semanas sem ver mais surtos, estaremos basicamente onde precisamos estar”, comentou.

O governador também destacou que um pacote de ajuda irá chegar “mais cedo ou mais tarde”.

No que diz respeito à economia da Flórida Central, o Republicano falou que espera suspender as restrições a viagens para lugares como o Brasil e Europa . O Brasil é um dos países da América Latina que mais envia turistas aos parques de Orlando anualmente.

Ele elogiou a Disney, SeaWorld e Universal por terem mantido os parques abertos, mesmo com várias restrições, e lamentou que os parques da Califórnia continuem fechados.

“Em termos de bloqueio, não haverá nenhum, nenhuma multa, sem fechamento de escolas, ninguém está perdendo seus empregos por causa de uma ordem do governo. Ninguém está perdendo seu sustento. Isso está fora de questão”, destacou.


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário