Em Broward, Biden diz que estado é chave para a vitória: “Vencemos a Flórida e está tudo acabado”


Joe Biden em comício “drive-in
Joe Biden se reuniu com eleitores em comício “drive-in” em Miramar, FL ( foto: Tom Brenner/ Reuters)

O Democrata, Joe Biden, visitou a Flórida pela terceira vez nesta terça-feira (13) desde o início da corrida eleitoral à presidência dos EUA.

A agenda do candidato no estado aconteceu em dois eventos no condado de Broward. O primeiro foi em um centro comunitário de aposentados em Pembroke Pines, ao norte de Miami, e o segundo em Miramar.

No encontro com os idosos, Biden usou máscaras e delimitou espaços para distanciamento social entre todos os presentes.

O ex-vice-presidente acusou seu oponente, Donald Trump, de considerar os idosos como pessoas “sacrificáveis” durante a gestão da pandemia de covid-19.

“Vocês não são praticamente ninguém, são sacrificáveis. É isso que ele vê em vocês, idosos. O único idoso que importa para Donald Trump é Donald Trump. Para ele, importa mais o mercado financeiro do que os idosos. Sua condução na pandemia foi errática, assim como sua presidência”, disse à plateia local.

Encontro com idosos em Pembroke Pines delimitou espaços entre os presentes (foto: twitter)

A visita e Biden à Flórida aconteceu apenas um dia após Trump realizar um comício no estado, o primeiro desde sua internação para tratar da covid-19.

Os adultos mais velhos da Flórida, que praticamente deram a vitória à Donald Trump no estado em 2018,  têm oscilado em relação à sua preferência eleitoral, segundo as últimas pesquisas  do  Pew Research Center.

A mudança em relação à Trump se deve em grande parte ao seu gerenciamento da pandemia da covid-19, que afetou bastante a população idosa.

A recente pesquisa NBC/Wall Street Journal mostrou Biden com uma vantagem de 27 pontos (62-35%) sobre Trump nesta faixa etária.

Miramar

O comício em Miramar seguiu o formato “drive-in”, ao som de buzinas, em vez de gritos e com Biden usando máscara e mantendo distanciamento social.

Miramar é palco de um dos centros de votação iniciais mais movimentados do condado de Broward, onde as pessoas fizeram fila por horas em 2008 para votar para eleger Barack Obama como presidente. O local também é reduto da comunidade jamaicana-americana e latina.

“Aqui na Flórida, você pode determinar o resultado desta eleição. Vencemos a Flórida e está tudo acabado”, disse.

Na noite desta terça-feira, o prefeito do condado de Broward, Dale Holness, que é jamaicano-americano, pediu aos eleitores negros de Broward que repetissem essa participação de 2008.

A agenda de Donald Trump, prevê comício na Pensilvânia e Iowa nesta semana, quando então o Republicano segue North Carolina e Georgia, como parte de um esforço para recuperar o terreno perdido para Biden.


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário