Encerramento do Inffinito Brazilian Film Festival em New York


Viviane Spinelli (esq.) entre as embaixadoras do Festival, Liliana Kawase e Laura Fernandes (foto: cortesia)
Viviane Spinelli (esq.) entre as embaixadoras do Festival, Liliana Kawase e Laura Fernandes (foto: cortesia)

Brasileiros são conhecidos no mundo todo como um dos povos mais alegres e festeiros do planeta. Mas como seguir com tanta alegria em tempos difíceis como estes?

O Inffinito Brazilian Film Festival fez o cinema brasileiro brilhar em sua festa de encerramento, neste último sábado (24), no The Whithy Hotel em New York, com a exibição do longa Eduardo & Monica, do diretor Rene Sampaio, em uma sala de cinema de última geração na rua 56th com 5th Avenida.

A abertura do evento foi um sucesso! Aconteceu ao ar livre, em um Drive-in em Miami, com a exibição do filme “ABE” de Fernando Grostein Andrade.

May Albuquerque, Analuisa anjos, produtora de NY, Viviane Spinelli e Tanira Ferreira (foto: cortesia)

 O Festival que em 2020 completou 24 anos, teve sua primeira versão em live streaming, exibindo mais de 100 produções brasileiras em todo o território americano, de Porto Rico ao Alaska, mobilizando assim os amantes do nosso cinema aqui na América do Norte.

O Festival online trouxe filmes inéditos, longas metragens e curtas, homenagem ao diretor Daniel Filho, premiações, master classes com cineastas e produtores, mostras de cinema indígena e cinema negro e debates e lives com diretores, atores e produtores.

As diretoras do Inffinito Brazilian festival estão de parabéns por elevar nossos espíritos e nos trazer o Brasil e sua sétima arte para perto do coração.
E as embaixadoras Liliana Kawase e Laura Fernandes anunciaram na noite do último sábado, que a edição de NY será maior no próximo ano.

Viva o cinema brasileiro!


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário