Flórida considera suspender a divulgação diária de dados da covid-19


Até esta quart-feira (21) a Flórida conta com 760.381 casos confirmados da doença e 16,104 mortes (foto: reprodução)
Até esta quart-feira (21) a Flórida conta com 760.381 casos confirmados da doença e 16,104 mortes (foto: reprodução)

O governador da Flórida, Ron DeSantis, está considerando não mais divulgar os números da covid-19 no estado diariamente.  “Gostaria de dizer que avançamos muito e não precisamos dessas informações diariamente” disse em nome do governador o secretário de imprensa, Cody McCloud, na terça-feira (20).

Segundo McCloud, a justificativa para a suspensão da divulgação diária dos dados é a mão de obra utilizada para atualizar os números todos os dias. “A coleta de dados da covid-19 é um processo demorado em um grande estado como a Flórida, exige muito tempo dos profissionais”, completou.

A declaração do secretário foi recebida com resistência por parte de epidemiologistas que disseram utilizar os números divulgados pelos estados para acompanharem a evolução da curva de contágio em todo o país. 

“O que nós temos visto é que os padrões estão começando a mudar na direção errada” disse Sadiya Khan, epidemiologista da Northwestern University.

Segundo ela, a tendência de aumento que o mundo todo está vivenciando nos último dias exige que a ampliação dos mecanismos de monitoramento, não o contrário.

“Você não quer que apenas seus os profissionais de saúde ou o governador, ou os médicos tenham essas informações. Você deseja que todos tenham acesso a essas informações ”, disse Khan.

Até esta quart-feira (21) a Flórida contabiliza 760.389 casos confirmados da doença e 16,104 mortes.

O condado de Miami-Dade possui 179, 285 casos e 3,561 mortes. Broward 81, 537 casos e 1,517 mortes, e Palm Beach 49, 296 casos e 1,510 mortes.


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário