Mulheres são flagradas tentando receber a vacina covid-19 disfarçadas de idosas em Orlando


Posto de vacinação Convention Center, no condado de Orange, em Orlando (foto: Orange county)
Posto de vacinação Convention Center, no condado de Orange, em Orlando (foto: Orange county)

Duas moradoras do condado de Orange, em Orlando, foram flagradas tentando receber a segunda dose da vacina covid-19 disfarçadas de idosas.  Elas foram identificadas como Olga Monroy Ramirez, de 44 anos de idade, e Martha Vivian Monroy, de 34.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (17), o diretor do Florida Department of Health (FDOH), Raul Pino, disse que as mulheres foram até o posto de vacinação do Convention Center vestidas como “vovós” com gorros, luvas e óculos.

Pino também falou que elas portavam cartões de vacinação válidos com os recebimentos das primeiras doses confirmados e que “não faz ideia de como conseguiram tomar as primeiras injeções”. Segundo ele, isso será investigado.

“Esta é a commodity mais valiosa que existe no momento”, disse Pino. “Temos que ter muito cuidado”, completou.

A farsa foi descoberta porque a data de nascimento de uma delas estava no sistema do FDOH e no documento de identificação apresentado.

O agente de vacinação então percebeu que elas tinham aparências “engraçadas“ e as barraram antes que pudessem receber as injeções.

A polícia do condado de Orange foi chamada e as farsantes multadas por “invasão”.

No momento, o estado da Flórida está vacinando apenas pessoas com idade acima de 65 anos e trabalhadores da área de saúde.

O diretor do FDOH declarou que sabe da ansiedade das demais pessoas para também serem imunizadas, mas pediu “paciência, pois os mais vulneráveis ao coronavírus precisam das doses primeiro”.


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário