Trump planeja acabar com o direito à cidadania para filhos de imigrantes nascidos nos EUA





O direito à cidadania americana a bebês nascidos nos Estados Unidos é garantido pela Constituição (foto: pixabay)
O direito à cidadania americana a bebês nascidos nos Estados Unidos é garantido pela Constituição (foto: pixabay)

O direito à cidadania americana a bebês nascidos nos Estados Unidos é garantido pela Constituição, mas o presidente Trump, nos últimos quatro anos, demonstrou interesse em acabar com o que ele chama de indústria dos “bebês âncora”. 

Fontes ligadas à Casa Branca disseram ao jornal The Hill que antes de encerrar seu mandato, Donald Trump planeja assinar uma ordem-executiva para acabar com esse direito para filhos de imigrantes.

“Somos um dos únicos países do mundo onde uma pessoa entra, tem um bebê e ele é essencialmente um cidadão dos Estados Unidos por 85 anos, com todos os benefícios. Isto é ridículo e tem que acabar”, afirmou Trump em entrevista em 2018 sobre o assunto.

O governo está ciente de que a ordem será imediatamente contestada na Justiça , mas as autoridades esperam obter uma decisão sobre se a cidadania por nascimento está de fato protegida pela 14ª Emenda, de acordo com uma fonte familiarizada com os planos.

“Muitos legisladores e especialistas argumentaram que ela é protegida, mas os tribunais não se pronunciaram definitivamente sobre o assunto”, diz a reportagem.




Artigo anteriorUm olhar no fechamento do ensino presencial em Nova York

Fundado em outubro de 2000, o AcheiUSA Newspaper é um jornal semanal em português distribuído gratuitamente por centenas de estabelecimentos comerciais brasileiros, americanos e hispânicos, espalhados pelo estado da Flórida. Com notícias locais, imigração, cultura, agenda de eventos, cobertura social, negócios e a maior seção de anúncios classificados grátis em português fora do Brasil, o AcheiUSA é o mais completo e popular portal para os brasileiros vivendo nos Estados Unidos.


mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário